sábado, 13 de dezembro de 2008

DIVERSÃO

Passeio de Dromedário em Natal-RN

video

HOMENAGEM BEM VIVER

LUIZ GONZAGA

A Homenagem Bem Viver vai para um pernambucano nascido em Exu exatamente em treze de dezembro de mil novecentos e doze. Foi um compositor popular e aprendeu a ter gosto pela música ouvindo as apresentações de músicos nordestinos em feiras e festas religiosas. Quando foi para o sul fez de tudo um pouco, inclusive tocar em bares de beira de cais.

Mas foi exatamente alí que ouviu um cabra lhe dizer para começar a tocar aquelas músicas boas do distante nordeste. Sabendo que o rádio era o melhor meio de divulgação daquela época, resolveu participar de concursos de calouros, inclusive, sendo premiado em vários. Nesse momento começou a simbolizar o que há de melhor na música nordestina. Foi o primeiro músico a assumir a nordestinidade representada pela safona e pelo chapéu de couro.

Cantou as dores e os amores de um povo que ainda não tinha voz. Quando morreu em mil novecentos e oitenta e nove tinha uma carreira consolidada e reconhecida. Seu som sertanejo-pernambucano atravessou barreiras e foi reconhecido e apreciado pelo povo e pela mídia.

Tocando safona e se vestindo como nordestino típico, com roupas como as do bandido lampião, talvez por isso tudo tenha chegado onde chegou. Era a representação da alma de um povo. Era a alma do nordeste cantando sua história. Era o rei do baião. Era Luiz Gonzaga. Ele fez isso com simplicidade e a música brasileira só tem a agradecer. Se Luiz Gonzaga estivesse vivo, completaria hoje 96 anos.


CURIOSIDADE

VOCÊ SABE COMO SURGIU O HÁBITO DE COMER PERU NO NATAL?

O hábito de comer peru no natal surgiu nos EUA, em 1621. Nesse ano, no dia de ação de graças, serviu-se peru selvagem, criado pelos índios mexicanos, como prato principal. Os espanhóis os levaram para a europa por volta do século 16. Nessa época eram servidos gansos, cisnes e pavões.

Por seu excelente sabor, foi logo aceito na europa. De tanto sucesso, em 1549, foi oferecido à rainha catarina, em paris. No banquete foram servidos cem aves (70 galinhas da índia e 30 galos da índia). Era tão apreciado que se tornou o símbolo de alimento das grandes ocasiões.

Nos estados unidos, o peru representou o fim da fome dos primeiros colonos ingleses que lá chegaram, e hoje é prato obrigatório na festa de ação de graças. No brasil a ave é apreciada desde a época colonial.

MENSAGEM DA ALMA

JÁ PERDOEI ERROS QUASE IMPERDOÁVEIS,
ENTEI SUBSTITUIR PESSOAS INSUBSTITUÍVEIS
E ESQUECER PESSOAS INESQUECÍVEIS.
JÁ FIZ COISAS POR IMPULSO,
JÁ ME DECEPCIONEI COM PESSOAS QUANDO NUNCA PENSEI ME DECEPCIONAR,
MAS TAMBÉM DECEPCIONEI ALGUÉM.
JÁ ABRACEI PRA PROTEGER,
JÁ DEI RISADA QUANDO NÃO PODIA,
FIZ AMIGOS ETERNOS,
AMEI E FUI AMADA,
MAS TAMBÉM JÁ FUI REJEITADA,
FUI AMADA E NÃO AMEI.
JÁ GRITEI E PULEI DE TANTA FELICIDADE,
JÁ VIVI DE AMOR E FIZ JURAS ETERNAS.
JÁ CHOREI OUVINDO MÚSICA E VENDO FOTOS,
JÁ LIGUEI SÓ PARA ESCUTAR UMA VOZ,
ME APAIXONEI POR UM SORRISO,
JÁ PENSEI QUE FOSSE MORRER DE TANTA SAUDADE
E TIVE MEDO DE PERDER ALGUÉM ESPECIAL.
MAS VIVI, E AINDA VIVO!
NÃO PASSO PELA VIDA…
E VOCÊ TAMBÉM NÃO DEVERIA PASSAR!
VIVA!
O BOM MESMO É IR À LUTA COM DETERMINAÇÃO,
ABRAÇAR A VIDA COM PAIXÃO,
PERDER COM CLASSE
E VENCER COM OUSADIA,
PORQUE O MUNDO PERTENCE A QUEM SE ATREVE
E A VIDA É "MUITO" PRA SER INSIGNIFICANTE.

SABOR BEM VIVER

CUSCUZ LIGHT ESPECIAL PARA O NATAL

Ingredientes:
1/2 xícara (chá) de cebola ralada
01 xícara (chá) de palmito em conserva
02 tomates médios, sem pele e sem sementes, cortados em cubos
01 xícara (chá) de ervilha congelada
03 colheres (sopa) de salsinha picada
01 xícara (chá) de farinha de milho amarela
150g de sardinha em conserva
Sal e pimenta-do-reino à gosto
02 colheres (sopa) de óleo de milho
01 envelope de gelatina incolor sem sabor

MODO DE PREPARO
Escalde as ervilhas em água quente e reserve. Aqueça o óleo em uma panela e doure a cebola. Junte os tomates e a salsinha e refogue por 3 minutos. Em seguida, junte o sal, a pimenta e 3 xícaras (chá) de água. Assim que levantar fervura, adicione, aos poucos, a farinha de milho e cozinhe por 10 minutos, mexendo de vez em quando.

A mistura deve ficar cremosa. Retire e junte a gelatina, dissolvida conforme as instruções da embalagem. Umedeça 10 forminhas individuais com capacidade para 100 ml cada uma e forre o fundo com palmito. Monte camadas alternadas do creme de farinha, ervilha, sardinha e palmito e leve à geladeira por 2 horas, ou até ficar firme. Retire, desenforme e sirva com ovos cozidos para decorar.