segunda-feira, 24 de agosto de 2009

GERAÇÃO MP3

A lei brasileira proíbe ruído maior que 85 decibéis. Segundo especialistas, o som acima de 75 decibéis pode causar a perda auditiva. O comprometimento ou lesão do ouvido interno pode ocorrer com exposição prolongada de meses ou anos. O Comitê Científico da União Européia afirma que o som de 89 decibéis, cinco horas por semana, causa danos irreversíveis em cinco anos. Dados desse comitê apontam que na Europa, em 2015, o número de pessoas com tímpanos lesados poderá chegar a 13 milhões.

No mundo calcula-se que mais de 100 milhões de jovens usem diversos tocadores digitais. Isto significa que, se não houver uma educação e prevenção para o uso adequado desses aparelhos, em breve teremos uma geração de surdos antes dos 30 anos. No Brasil, a situação não é diferente: existe um grande risco de milhares de jovens adeptos dos fones de ouvido terem a audição comprometida. Nas análises de cerca de 30 aparelhos tocadores mais populares, verificou-se que quase todos os modelos ultrapassam os 10 decibéis e que o volume médio supere os limites recomendados pelas agências de saúde.


A síndrome da surdez induzida, gerada pelo uso inadequado de aparelhos tocadores, e da exposição freqüente a ruídos e sons fora dos padrões, como em boates e em shows e nos trios elétricos, e com as poluições sonoras das grandes cidades, vem fortalecendo a tese de que em pouco tempo teremos uma grande geração de surdos. Em reportagem da revista Época, a fonoaudióloga Leda Russo, presidente da Sociedade Internacional de Audiologia, relatou a constante perda precoce na sensibilidade auditiva. Até o barulho de um vento, de cerca de 10 decibéis, já não é ouvido. Segundo a especialista, alguns meninos da chamada geração IPod só conseguem detectar sons acima de 15 decibéis.
É preciso fortalecer o alerta para a exposição de som contínuo acima de 80 decibéis em automóveis, nas feiras e eventos, em shows, no carnaval e em diversas festas. Em uma boate, há jovens que passam a noite em um ambiente fechado com som superior ao permitido. É recomendado que, a cada hora, esse jovem dê um intervalo de 20 minutos em um lugar sem som para que o ouvido se recupere.

As perdas auditivas começam a ser percebidas em uma conversa normal, onde algumas palavras não são entendidas ou são assimiladas de forma errada. Essa perda, em um processo de educação do adolescente ou adulto, resulta em uma baixa assimilação e aprendizado. Outro aspecto relatado é a falta de percepção de certas alturas sonoras. É possível deixar de perceber um determinado som grave ou outros sons. Nessa fase é importante a procura de um especialista e o uso de aparelhos auditivos específicos para corrigir e estimular as células auditivas. Outro sintoma relatado é o zumbido. A surdez induzida pelo ruído começa pelo zumbido.

RECICLANDO ALIMENTOS


O Brasil é campeão mundial em desperdício de alimentos. Todo ano, joga na lata de lixo o equivalente a 12 bilhões de reais em comida, quantidade suficiente para sustentar 30 milhões de pessoas. Dos 43,8 milhões de toneladas anuais de lixo geradas no país, 26,3 milhões são de comida. O desperdício começa no plantio e se repete na colheita, no transporte, na armazenagem, em supermercados, feiras, restaurantes, despensas e cozinhas.

Muitas vezes não percebemos mas, todos os dias, deixamos de consumir uma quantidade considerável de vitaminas presentes nos alimentos. Casca de ovo, sementes de abóbora, etc. Inúmeros são os exemplos de “restos” de alimentos de alto teor vitamínico que, na preparação de refeições, acabam indo parar na lata de lixo.

Para termos uma idéia do que costumamos perder, apenas 100 gramas de rama de cenoura têm 25,5 mg de ferro e essa quantidade é o dobro da necessidade diária de ferro para um adulto. Essa parte da cenoura, além de ajudar na conservação do legume, pode ser usada posteriormente na preparação de arroz ou saladas.Reaproveitamento de restos de alimentos essa é a idéia.
Abaixo você aprende a fazer um delicioso bolo de chocolate usando sobras de alimentos.

video


TORTA DE CHOCOLATE COM SOBRAS

INGREDIENTES:

1 kilo de sobras de bolo de chocolate, browner ou petit gateau
100 g. de manteiga
100 g. de açúcar
200 g. de farinha de trigo
1/2 c.s. de fermento
500 ml. de leite
2 c.s. de licor de chocolate ou cacau.

MODO DE PREPARAR:

Primeiro parte as sobras do bolo esfarelando tudo.
Leva à batedeira e acrescenta os outros ingredientes. Bate tudo junto.
Coloca numa forma untada e polvilhada e leva ao forno preaquecido 180g.
Recheia e cobre com chantilly. Pode também polvilhar com castanhas trituradas
por cima da torta e no meio dela no recheio.