segunda-feira, 18 de maio de 2009

Bem Viver Vestibular


Todos os anos milhares de estudantes do Brasil inteiro enfrentam a maratona do vestibular. Período em que os feras ficam com os nervos a flor da pele. Afinal é o momento de conquistar uma vaga no curso escolhido e trilhar o caminho da vida profissional. E se não bastasse todo o estresse que os estudante enfrentam para ver o nome na lista dos aprovados esse ano algumas Universidades Federais e Federais Rurais adotaram as notas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) como critério de aprovação.


Tais mudanças causaram muitas dúvidas entre os feras, professores e donos de colégios se posicionaram contra em adotar a nota do Enem para esse ano. O argumento é que não existe tempo hábil para que os professores terminem todo conteúdo programático dos assuntos que caem nas provas dos vestibulares.O fato é tais mudanças andam causando muitas dúvidas ao alunos,pais e professores.



Para discutir esse assunto Gardênia Cavalcanti recebe no estúdio é o Professor do Colégio Motivo Paulo André. O programa Bem Viver desta segunda-feira (18) vai ao ar as 13h35 pela TV Cluve PE/Canal 9


MEC divulga conteúdo do novo Enem

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na tarde desta quinta-feira (14), o conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos dias 3 e 4 de outubro


O conteúdo das provas foi aprovado ontem e divulgado hoje após um encontro do ministro da Educação, Fernando Haddad, com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação.


O ministro já havia afirmado que não acrescentaria nenhum assunto novo ao programa do ensino médio definido pelo MEC. Também sinalizou que as provas deixariam de abordar os regionalismos, uma vez que o exame é aplicado para os estudantes de todo o Brasil. As questões do Enem devem privilegiar o raciocínio lógico e o conhecimento interdisciplinar do aluno, evitando perguntas cujas respostas dependam de datas e fórmulas.


O período de inscrição do Enem deve ser de 15 de junho a 15 de julho. As inscrições poderão ser feitas pela
internet nas agências dos Correios ou nas instituições de ensino cadastradas no MEC. Os candidatos terão que pagar R$ 35, mesmo valor cobrado no ano passado. Os alunos das escolas públicas não precisam pagar a taxa.


Poderão se inscrever alunos que estão concluindo ou concluíram o ensino médio em anos anteriores. A data foi definida na tarde de ontem, em reunião do ministro com os reitores da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).


A prova do exame será composta de 200 questões nas áreas de ciências naturais e humanas, linguagens e matemática, além de uma redação. O resultado final será divulgado em 8 de janeiro do ano que vem e, com essa nota em mãos, os estudantes terão cinco opções de inscrição: poderão se inscrever em cinco cursos da mesma universidade, no mesmo curso em cinco instituições diferentes ou em cursos distintos também em universidades distintas. Para isso, as escolhas terão uma hierarquia e a prioridade será dada para a primeira opção do aluno.


A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vai usar o exame para a nota da primeira fase. Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e a Universidade do Vale do São Francisco (Univasf) vão utilizar o exame como única forma de ingresso nas instituições. A Universidade de Pernambuco (UPE), que é estadual, decidiu não adotar o novo Enem neste ano.


Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Um comentário:

juliana_gomespe disse...

Muito bom os esclarecimentos referente ao vestibular, mas gostaria de saber se tem como ver esse video, obg.