quinta-feira, 3 de abril de 2008

CABELOS

A importância do diagnóstico capilar

Os cabelos podem ser virgens ou ter químicas diversas. O importante é que, antes de qualquer processo (corte, penteado, tintura, alisamento, permanente ou tratamento), o cabeleireiro faça o diagnóstico capilar. O procedimento pode ser feito de maneira simples - a observação da textura dos fios e uma anamnese (entrevista) com a cliente - ou mais sofisticada, por meio de uma análise com equipamento específico.

O Hair Stylit Francis Rodrigues, explica que faz uma observação táctil dos cabelos, eficaz para ver se os fios estão porosos ou muito ressecados, e só então recomendar uma hidratação leve ou profunda, à base de queratina termoativada. Francis também entrevista a cliente no caso de ter que repetir uma química feita em outro salão. Os produtos de alisamento e relaxamento disponíveis no mercado têm muitas substâncias que não combinam entre si. É preciso saber qual cosmético a cliente usou no outro salão e o que vem usando em casa. Só assim não se corre o risco de usar um produto não compatível com o que já está nos fios. Às vezes faz-se também um teste numa pequena mecha para testar a resistência do cabelo.

O mais importante é não descuidar do visual. Procure sempre um profissional sério e capacitado para realizar quaisquer procedimentos nos seus cabelos.

Serviço: Francis Rodrigues
Fone: (81) 3464.6592/3464.6593
www.francishair.blogspot.com

Um comentário:

ledabritosantana disse...

EU FIZ TEXTURIZAÇÃO NO MEU CABELO FICOU MARAVILHOSO, E JÁ TEM QUASE UM ANO, AGORA QUERO FAZES A RAIZ, MAIS TENHO MEDO DE FAZER, PORQUE CADA CABELEIREIRO TEM UMA VERSÃO, UM DIZ FAZ ESCOVA DE AÇUCAR E ASSIM POR DIANTE, QUAL O PROCESSO QUE DEVE SER FEITO, PORQUE MUDEI DE CIDADE,E GOSTARIA DE SABER OQUE É MESMO TEXTURIZAÇÃO